rua

rua povoada de borboletas brancas
outrora, cerejeiras em flor
rua quase esquecida
perdida
na cidade em chamas
sangrando
e as borboletas ali,
pousando em flores miúdas

uma, quase pousa em mim
me entrego

Léo

Um comentário em “rua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s