Cecília

“O pior é que entre a espiga e a mão, há o tal muro do poeta” Machado de Assis, Diplomático.

Cecília, assistente social, acabou de atender Selma, uma andarilha. Percebeu que os papéis tinham se invertido. Foi Cecília que contou sua história. Selma estava em outra dimensão, onde as perguntas de praxe como nome e para onde vai, são formais e sem sentido.

Há muito tempo Cecília vem se questionando sobre seu trabalho. Atende as pessoas num final de linha: já estão na margem, já abandonaram a sociedade ou foram abandonadas por ela. Chegam tão machucadas e Cecília oferece o que é possível: band aid. Paliativos. Quando estudou e se formou sua vontade era a de transformar os doentes de alma em seres humanos curados. O abrigo da prefeitura da cidade viu como uma boa alternativa. Atender decentemente as pessoas era sua meta. Aos poucos foi percebendo que seria algo anterior que deveria ser mudado. Quando chegam, já estão surrados pela vida. São histórias de dor e abandono. Perda de emprego, perda de identidade, perda de vontade de aturar uma sociedade implicante, cheia de regras absurdas, cobranças e mais cobranças. A felicidade se distanciando como cenoura na frente do cavalo.

Compreendeu que seria necessário parar a engrenagem, este moedor de gente, esta fábrica de infelizes. Mas como se faz isto? Cecília não tinha respostas. Ao ver Selma, sentiu inveja: ela já não questionava nada, só caminhava.

“Cecília, chegaram mais alguns”, avisou a atendente.

P.S. Cecília é a assistente social do meu conto Selma. Ela pediu voz.

Léo

5 comentários em “Cecília

  1. “Cada pessoa que passa pela nossa vida é única. Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós”. Não sei porque tenho a impressão de que Selma continuará deixando um pouco de si em cada conto e canto de cidade, Léo. Cecília é apenas mais uma de nós que carrega os porquês famintos por respostas. Eu conto com mais um conto e nem te conto o porquê kkkkkkkkk. Adorei. Maravilhoso. Parabéns minha cara amiga… escreve com maestria! Beijo no coração

    Curtido por 1 pessoa

    1. Teu comentário me fez pensar. Talvez em nós, de corações puros, guardemos Selmas e Cecílias. Talvez elas sejam faces da mesma moeda denunciando esta sociedade doente.
      Muito obrigada pelo seu debruçar sobre o conto, pela compreensão, pelas palavras que me são alimentos.
      Sigamos fortes. Há muito a ser feito.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s