Desafio

Luzes pingando pelos prédios de apartamentos
como corpos metralhados
sangue seco
da mariposa que escolheu a luz errada

bola de fogo
consumindo velozmente o espaço
em nossa direção

Sentar na beira do precipício 
Olhar de frente com um sorriso nos lábios


Léo

7 comentários em “Desafio

  1. essa frase inicial é muito boa “Luzes pingando pelos prédios de apartamentos” já é um poema, um quadro completo, lamento não ter o dom de pintar, mas tentamos né com as palavras, que as vezes as vezes é mais difícil. Mas aqui com simplicidade e profundidade vc criou uma bela cena, que intriga já que não se traduz totalmente. Fica a admiração o suspense e certa desconfiança sobre o que é isso que estou lendo. A literatura é magica de fato!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Tenho pensado muito sobre a poesia. Há um bom tempo não sinto necessidade de explicação quando leio um poema. Se ele me “pega” deixo-o vagar dentro de mim. É como se fosse um processo de absorver. Sou muito reflexiva, vivo pensando. Com o isolamento, meu olhar também ficou mais reflexivo. Assim quando o poema me vem, o acato. Acho que é um pouco da síntese de minhas reflexões, minhas leituras diárias, leitura num sentido amplo. E, como os poemas de outros que leio, o meu também não procuro explicação. Reflexão, inconsciente… E imagens. Sim, imagens, isso é algo importante para um poema. Imagem como síntese ou tentativa de. Por isso bons leitores, como você, me faz compreender melhor o que escrevo.
      Muito obrigada, Ygor. Tenho carinho especial pelos teus comentários, inclusive porque gosto da tua escrita.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s