Voo

Vejo da minha janela
Uma garça em voo
equilíbrio, aerodinâmica,
aprendizado de milhões de anos,
ali
pairando em minha janela

E o Produto Interno Brutalizando as ruas
A barbárie inquietante se espalhando
Um peso açoitando nossos corações

E a garça ali
suave…
(reticências também são voos)

voa meu pensamento
mergulhando palavras no papel.

Léo

6 comentários em “Voo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s