Noite

Meus olhos umedecidos pelo prazer de, enfim, te ver
você surgindo de mansinho das sombras da noite
e tomando conta de mim
te toco com a delicadeza de quem toca nuvens de algodão
tuas pernas entrelaçando as minhas
meu coração palpitando em tua respiração ofegante
e as carícias na noite rumando para um teto invisível
suavemente
e num salto
meu coração...
não, não, meu coração já não está mais vazio

Léo

4 comentários em “Noite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s