Vulcão

” – Me sinto como um vulcão.

 – Tens a luz da vida adentro” ( O Vulcão Ixcanul)

 

Tempos atrás vi um filme bonito, triste, surpreendente. Da Guatemala, o que é bem legal, pois não me lembro de ter visto um filme deste país: O Vulcão Ixcanul, de 2015, dirigido por Jayro Bustamante. Passa-se no campo ao redor do vulcão. Uma garota de dezessete anos comprometida para um casamento com o dono da fazenda onde moram. Percebe-se a dependência dos pais, o trabalho rígido e sem futuro. Lembrei que alguém disse que a cidade se desenvolve mais porque estamos juntos, aglomerados. A solidão daquelas personagens… As superstições… O dialeto, a língua que falam, e a falta de comunicação, só intermediada pelo patrão… O destino cruel das mulheres… A força da mãe… A garota querendo se libertar do destino traçado e se perdendo por falsas promessas… O carinho de mãe e filha. E a surpresa impactante. Bons atores. Belo filme.

vulcão
cenasdecinema.com
Léo

2 comentários em “Vulcão

  1. Humm…uma dica interessante.
    Tb nunca assisti a um filme da Guatemala. Eu tento, qdo possível, assistir a produções de diferentes países. Uma forma de viajar ( o principal tema do meu blog ), mas tb de conhecer outras culturas, seus sentimentos e dramas na vida.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s