Em gestos tresloucados
Perseguindo o ardor da vida
Atirei-me em missões

Busquei caminhos
Busquei amores
Busquei certezas

Tentando enganar o destino
Percorri ruas enlameadas de ódio
Sangue escorrendo pelas calçadas

Em gestos lúcidos
Construí mundos fictícios
Lutei por ele

Depois de uma dor profunda
Feridas latejando
Enxerguei os farrapos

Vi a estrutura do palco
Os andaimes do cenário
Vislumbrei os holofotes da ribalta

Em gestos sofridos
Saí de cena no meio do ato
Abandonei a máscara

O gesto sereno
Cheio de vida e sabor
Neste momento é meu ofício.

img_20180819_183003
 Foto minha: grafite
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s